Artesanato mineiro (e pradenses) fez sucesso na maior feira da América Latina

Artesanato mineiro (e pradenses) fez sucesso na maior feira da América Latina

O artesanato mineiro bateu recorde em número de peças comercializadas na 18ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), em Olinda (Pernambuco), de 6 a 16 de julho. A maior feira do gênero na América Latina serviu também para que artesãos do estado, individualmente ou em associações, acertassem vendas futuras com lojistas.

O número de peças do artesanato mineiro passou de 11.347 no ano passado para 12.100 em 2017. O faturamento nos três estandes de Minas Gerais chegou a aproximadamente R$ 540 mil, valor praticamente estável em relação a 2016.

Os bons resultados consolidam a iniciativa conjunta do Governo de Minas Gerais e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Brasileiras (Sebrae-MG) de apoiar os artesão, aproveitando as oportunidades e estimulando negócios no segmento.

O pradense Marcelo Andrade estava entre os artesãos mineiros que participaram da feira. Segundo ele, o resultado foi bom e poderia ainda ter sido melhor, mas o modo como a gigantesca feira foi organizada neste ano e a posição do estande fez com que nem todo mundo chegasse até as peças mineiras.

Fonte: Prados Online